Pages

quarta-feira, abril 28, 2010

Cuidados e Escolhas Íntimas



Vídeo veiculado pelo "Círculo de  Mujeres"



Minha experiência com esse tipo de artefato foi péssima e se resume a apenas um evento.

O desconforto é total para mim. Seja no processo de colocação, seja ao longo do dia. A sensação de "secura" é por demais incomoda.

A impressão que tive foi a de realmente estar sendo absorvida por um agente adstringente.
Ao retirar o tampão de fato percebi as micro-lesões que o vídeo cita. O que me impediu definitivamente usar outro.
Apenas alguns dias depois desse "único" dia de uso, fui me sentir livre do desconforto que o tampão incitou em mim.

Porém não me dou bem com os absorventes convencionais.
Creio ter alergia aos mil e um compostos que eles contem.

Por outro lado os preços dos coletores internos como o Moon Cup são altos, e tendo mil coisas com as quais devemos cuidado (nós as mães também responsáveis pelo orçamento familiar) deixamos via de regra de lado esta compra. Esperando o próximo mês na promessa de esticar o financeiro. 

Claro que isso decorre das taxas de importação do coletor. 
Mas suponho que se fosse produzido aqui o custo seria mais simpático ao meu bolso.
Pretendo testar os abioabsorventes, aqueles "paninhos como outrora", imagino que com eles o conforto será total.

O vídeo enfatiza o momento de escolha, a escolha de permitir que nossos corpos sejam invadidos por "n" substâncias perigosas, de expor nossa saúde a uma fragilização possível de ser impedida.
Não creio que a "comodidade" compense a perda do nosso bem-estar íntimo.

Aqui alguns espaços que encontrei viabilizam os abioabsorventes no Brasil:







Além de cuidar da parte física do nosso ciclo menstrual, há uma necessidade imensa em saber de si, conhecendo cada meandro do nosso sistema reprodutor. Coisa que não é assim tão normal, toda mulher saiba.  
As Cartas da Lua, ao meu ver de forma hiper dinâmica e interativa facilitam esse "saber-aprender sobre si". 

Não há sentido algum em bombardear nosso corpo com tanta química a um custo altíssimo no que se refere ao impacto negativo sobre a natureza, usando plástico e algodão não-orgânico, dentro ou colado à nossas vaginas...

Optar pelo tampão denota apenas a nossa falta de empatia por nosso corpo em dias tidos como "incômodos". 
E assim iremos repassar tal valor, caso não haja uma mudança de paradigma. 

Mas estando cientes da sua "normalidade", do caráter saudável desses dias (menos é claro você esteja esperando sua cria), creio que as escolhas do como coletar seu sangue, serão pautadas de forma orgânica e holística.

Caminho esperado, considerando o amor que sentimos por nossas formas, mentes e espíritos.

Tampões nunca mais.

Obrigada,

Luciana Onofre

)O(

Este vídeo me lo envió:

Beatriz Eugenia Andrade Iturribarría  de Espiritualidad Menstrual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe suas palavras



Textos e imagens aqui elencadas e publicadas refletem minha crença, minhas opiniões. Assim peço sejam respeitados como tal. Lembremos que incorrer em desrespeito público para com assuntos desta índole pode derivar em ações legais.

Luciana Onofre

Share |

)O(

“La Diosa que hay en mi, contempla a la Diosa que hay en ti”