Pages

sábado, maio 22, 2010

Aconteceu a primeira Ciranda!

6 mulheres, dentre elas eu apenas pagã.
Mulheres dos 21 aos 60.
Sentadas em círculo, conversando sobre o mundo da mulher alienada de si mesma.
Alienada sem consciência dessa alienação.

O que senti ao ver o brilho nos olhos? Ao sentir o susto em se descobrirem alheias a assuntos delas, do seu próprio eixo, do seu eu/ser/fazer?

A sensação de estar ali, como Cirandeira, movimentando a fala, em forma circular, guiando o tema, falando da minha forma de ver o mundo do feminino, e sentindo nelas uma sensação de percepção daquilo que mora nelas, foi insuperável, indescritível, difícil de transpor em letras aqui...


Falar sobre o fazer um mundo partindo da postura matríztica, e saber que era desconhecida por elas essa forma de ler pessoas e micro-cosmos, me deparando com o maravilhamento, com o auto-questionamento, com a satisfação de entender que pode ser diferente, me deixou plena, plena e permeada de uma energia que desejo de coração toda mulher possa sentir, em algum momento da sua vida!


Escutar frases cheias de uma alegria assustada ao findar nosso encontro, me deixou certa de que mais dias assim irão acontecer.
Ouvir um "isto foi muito especial", um "pensar que podemos pensar assim é bom", um "falar aqui nos permitiu ver que sem perceber vivemos alheias à nossa falta de poder" até agora me deixa arrepiada!


Não ouve em momento algum dúvidas sobre o que falar, o tema foi o alheamento da mulher perante sua perda de poder, sua perda de autonomia, e a fala correu solta...
Entre risos nervosos que me diziam "sim é isso mesmo", ou "sim, a forma como você diz e coloca as coisas é estranha, mas é como são as coisas", fomos longe!


Ao me encarar no espelho me vi outra.
Me vi e senti outra pessoa.
Me vi mais bela, mais radiante, mais brilhante, e me fez ver que estar cercadas de mulheres que desejam correr soltas, que desejam ver o mundo por outras óticas, com olhos de liberdade e sede de saber,  embeleza.


Muito feliz e muito grata por este dia!






Luciana Onofre
Cirandeira/MA



5 comentários:

  1. Que lindo Lú!
    Parabéns pela iniciativa!!! :)

    Beijocas,
    Ká.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada queridaaaa!

    Não sabes o bem que me sinto, o plena, o tudoo!!!

    Muito obrigada por compatilhar essa alegria!

    ResponderExcluir
  3. E eu feliz por esse dia ter acontecido!!!
    =D
    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. É o nosso mundo acontecendo! A nossa cria Dany!!!
    Parabéns para nós!

    ResponderExcluir
  5. Parabéééns! Agora vamos trabalhando essa idéia mais e mais pra que um dia alcance SP, SC e outros lugares quem sabe =)
    beijos

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras



Textos e imagens aqui elencadas e publicadas refletem minha crença, minhas opiniões. Assim peço sejam respeitados como tal. Lembremos que incorrer em desrespeito público para com assuntos desta índole pode derivar em ações legais.

Luciana Onofre

Share |

)O(

“La Diosa que hay en mi, contempla a la Diosa que hay en ti”