Pages

terça-feira, setembro 14, 2010

Celebração de Kalika

Hoje é dia de Kalika, 
eu tenho uma conexão especial com Kali, por diversos motivos, entre eles este sonho que tive ainda grávida do meu filho Andrés Felipe, e desta vivência:


Desenho do Andrés Felipe

Em processo de arrumação da casa, encontrei nos meus "guardados" este desenho do meu filho, o desenhou  faz 1 ano.
Lhe perguntei quem era, pensando até que poderia ser eu, em vista de já ter sido por ele "retratada" com mais de 4 olhos...
Ele respondeu que era uma Deusa que ele teria visto "quando morava na minha barriga"... Eu fiquei muito surpresa e chocada.

Uma semana antes dele nascer, tive um sonho com a Deusa Kali. Um sonho muito sui generis, considerando que admiro as deidades indianas, mas nunca tive conexão alguma com elas. Ela estava em pé sobre um tipo de mesa de madeira rústica, com a mesma forma que apresenta em mil e uma imagens Dela conhecidas.







"Dancing Kali" by Aaron Staengl


Conversou comigo dizendo que deveríamos cuidar dele "delicadamente" e no sonho além das cabeças no seu colar haviam muitos ossos de fêmur... Ele nasceu 7 dias depois, com muita antecedência, ainda com 8 meses..

Aos 2 anos entendi o por que dos ossos longos, brilhantes em seus colar, era um aviso sobre a fragilidade óssea dele (osteogênese imperfecta), o por que do cuidar com "delicadeza".

Mas até hoje fica uma incógnita sobre por que Ela, Kali, a mim apareceu em sonhos.
E  maravilhamento em saber que ele A viu, "quando ainda morava em minha barriga".

Além disto, desta conexão inegavelmente espiritual, diria até sobrenatural, há para mim em Sarah Kali, um reflexo de Kali, que de certa forma me foi "justificado" quando li este texto no Anuário da Grande Mãe de Mirella Faur:


"Celebração de Kalika, a mãe dos deuses,a deusa hindu dos nascimentos. No complexo panteão hindu,Kalika representa um aspecto de Durga, um atributo de Kali, o equivalente a Ambika ou a Amari De. Como manifestação da Grande Mãe personifica a natureza, seu culto sendo preservado pelos ciganos. Ela é cultuada atualmente como Sara Kali ou a Madona Negra. (...) Devido a sua cor escura, Sara Kali é considerada a precursora das Virgens Negras européias." (página 213).

Eu A vejo em Sara Kali, e hoje sei não eram apenas devaneios esotéricos tresloucados, minha Sarah Kali encerra em si minha crença no Divino Feminino... E esteve sempre aqui, ao  meu lado...




Hoje em seu altar rosas, água de rosas, incenso de cânfora, oferenda de açúcar, e meu agradecimento por sabê-La perto de mim a tanto tempo, e por ter me proporcionado a dádiva de entender o por quê Dela em minha vida... 


Om Shri Kalidevaya namah!

Grata sempre,

Luciana



11 comentários:

  1. Com lagrimas nos olhos, mas uma coisa muito certa no coração, ela sempre estará ao seu lado, a sua frente e atras. Caminhando com você. Assim como as caravanas passam por nossas vidas, deixando um rastro de música e perfume.
    Lu, essas ligações são fortes e na maioria das vezes nao tem explicacao. Mas é o misterio que nos da a certeza de sua forca.
    Abraços carinhosos. Em vocês dois.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!

    Realmente um aviso sobre todos os cuidados que sempre terás que ter com o filhote, ainda bem que Ela ao lhe avisar, o abençoou.

    Achei linda sua conexão com ela, novamente provando que não é necessário ser devota de um panteão, pra ter as bençãos de uma divindade dele, né?

    ResponderExcluir
  3. Obrigada amigas, de tarde retocamos as vestes de Sara Kali, e celebramos "o aniversário" de Kalika, (como disse Felipe fizemos hoje)...
    Ambos maravilhados com as coisas lindas que sentiram ao pintá-la... nem sentimos horas nem o calor.

    ResponderExcluir
  4. Jay Maa
    Om Kalikaye namah

    Uma das manisfestações mais lindas,da presença da Deusa. Já conhecia e simplesmente amo. Obrigada por trazer de volta essa experiência divina, amiga.
    Tb tenho uma devoção especial á ela, fico feliz por poder estar desfrutando disso.

    Beijos vaoadores.

    ResponderExcluir
  5. Mais uma sincronicidade que nos une: Kali! Foi minha deusa madrinha durante o período da minha Dedicação. Ela fez um tormento na minha vida, virou pelo avesso e mudou meus caminhos. Até hoje sinto sua força, seu poder e tenho muito respeito por ela e temor também. Sinto carinho pelo seu aspecto de mãe, KaliMa e vejo nela o amor maternal de todas as faces da Deusa. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, Luciana!

    Senti sua falta na tenda mas entendo que você está num momento de se dedicar aos seus.

    Espero que estejam bem e espero que a gente se encontre por aí novamente.

    Vou continuar acompanhando seu blog.

    Um beijo,
    Monica

    ResponderExcluir
  7. obrigada querida monica, te escreverei um mail :)

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras



Textos e imagens aqui elencadas e publicadas refletem minha crença, minhas opiniões. Assim peço sejam respeitados como tal. Lembremos que incorrer em desrespeito público para com assuntos desta índole pode derivar em ações legais.

Luciana Onofre

Share |

)O(

“La Diosa que hay en mi, contempla a la Diosa que hay en ti”