Pages

terça-feira, agosto 30, 2011

Mercurius




Stèle de Mercure au grand caducée, calcaire, Époque gallo-romaine, lieu de découverte: Hôtel-Dieu, 1867
Musée Carnavalet


Semana passada, eu uma Theateísta fui "alumiada" como dizem aqui no nordeste por Ele, Mercurius..
Desde as primeiras vezes em que meu filho teve que partir de forma cíclica [2007] para seus eternos tratamentos em Brasília, eu senti que algo me dizia: pede a Ele, por ele...

Então creio que assim foi criado este elo, que se reafirma a cada partida.
Ao viajar em Julho senti vontade de pedir por mim, afinal eu me lançava a uma jornada nunca dantes navegada.

Semana passada por duas vezes, O senti, perto, bem perto, sussurrando, alertando, dizendo: vai ali, algo ocorre.
E assim foi, nas duas vezes eu fui e sou imensamente grata a Ele, por que em ambos casos, os ocorridos eram críticos, delicados.

Ave Mercurius!

Luciana


ps.: pedrinhas se acumulam aqui e ali para Mercurius.

2 comentários:

  1. tenho muita afinidade com esse Deus. Acompanho-o como Tot, Hermes. Gosto muito de saber coisas sobre ele e isso que colocaste foi divino!
    bjs

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras



Textos e imagens aqui elencadas e publicadas refletem minha crença, minhas opiniões. Assim peço sejam respeitados como tal. Lembremos que incorrer em desrespeito público para com assuntos desta índole pode derivar em ações legais.

Luciana Onofre

Share |

)O(

“La Diosa que hay en mi, contempla a la Diosa que hay en ti”